Buscar
  • Revista Siga

Barra Mansa é a cidade do Sul Fluminense com o maior percentual de vacinas por habitante

Município iniciará campanha com 4.510 doses

O prefeito de Barra Mansa Rodrigo Drable anunciou em sua live, na noite desta segunda-feira (18) a qu

antidade de doses que Barra Mansa receberá inicialmente do Governo Federal nesta semana. Ao todo, serão 4.510 doses, divididas entre 112 para pessoas com mais de 60 anos, que estejam em Instituições de Longa permanência de idosos (LPI), 8 para pessoas com deficiências que estejam institucionalizadas e 2.029 para 34% dos trabalhadores da área da saúde. A quantia inicial será usada nas duas aplicações do imunizante.

- Isso é resultado de todas as práticas que nós colocamos em ação. Os nossos números durante toda a pandemia surpreenderam, se mostraram mais efetivos. Nós conseguimos dar um norte para as cidades ao redor, com políticas e práticas que se mostraram bem sucedidas. Isso repercute no percentual per capita de maior número de vacinas para as cidades do Sul Fluminense. Isso é resultado de trabalho em equipe e eu sou muito grato a nossa equipe da Saúde por isso. – pontuou Rodrigo Drable.

Drable explicou como o Governo Federal definiu um plano nacional de imunização para a Covid-19, dividida em várias fases e que o público prioritário foi definido pelo Ministério da Saúde. O chefe do Executivo também recordou que o município chegou a assinar um protocolo de intenção para a compra de 80 mil doses dos imunizantes do Butantan e 80 mil da Fiocruz, mas que devido a determinações do Governo Federal, isso não foi possível.

O prefeito também alertou sobre o aumento nos casos da doença e as ações que estão sendo tomadas previamente. “Hoje o secretário de Saúde, Dr. Sérgio, passou a tarde na Santa Casa aumentando o número de leitos, tanto de enfermaria, quanto de UTI, para permitir que nós tenhamos a capacidade instalada, com uma margem que nos permita manter o comércio aberto. Barra Mansa é uma cidade, que apesar da Covid-19, que está afetando as pessoas, também está enfrentando outro problema que é a crise financeira. Estamos imbuídos de manter o comércio aberto sempre e para isso é necessário que nós tenhamos 50% dos leitos de UTI e 40% dos leitos clínicos disponíveis. Esse foi o acordo que foi feito. Hoje, aumentamos o número porque chegamos ao limite”.

O prefeito lembrou da importância de manter o comércio em funcionamento para que as famílias tenham seu sustento. “Nós não podemos ter mais desemprego. Agora que Barra Mansa, com todos os problemas, está encarando um momento de desenvolvimento. Vou fazer 40 anos e nunca vi tanta loja ocupada como está hoje, tão poucas lojas vazias. É sinal que, apesar da crise, Barra Mansa está em um momento efetivamente muito bom, resultado do esforço de todos nós. Mas esse esforço tem que continuar sendo empreendido no combate à Covid-19 de uma forma muito simples. É você cuidando de você mesmo. Eu sei que nem sempre se consegue o distanciamento que a gente queria, mas quando é possível, faça”.

Hoje, Barra Mansa possui 36.651 casos notificados, 7.445 positivos, 28.947 descartados, 259 suspeitos e 230 óbitos.

0 comentário

© 2014-2020 Todos os direitos reservados

Contato​:

Pauta: jornalismosiga@gmail.com

Comercial: sigamidia@gmail.com

  • Facebook ícone social
  • Instagram