Buscar
  • Revista Siga

Barra Mansa vacina idosos acamados com mais de 60 anos

Pacientes cadastrados no SAD estão recebendo a dose em casa



A Secretaria de Saúde de Barra Mansa iniciou nesta terça-feira, 09, a vacinação em idosos acamados, com idade acima de 60 anos. O serviço está sendo realizado pelas equipes do SAD (Serviço de Atenção Domiciliar), em rotas já pré-definidas pelo órgão.


Maria dos Santos Fidelis, 80 anos, portadora de Alzheimer e acamada a mais de cinco anos após quebrar o fêmur, recebeu a primeira dose da Coronavac em casa. O filho da paciente, Valter Santos Fidélis e sua esposa Iandersi Darc, acompanharam a imunização.


Emocionada, Iandersi, que assumiu a função de cuidadora da idosa há cerca de dois anos, comentou sobre o serviço. “Desde o início da pandemia mudamos completamente nossa rotina para preservar a vida da minha sogra e a nossa também. Para se ter ideia, dos cinco filhos que ela teve, dois tiveram a doença, fazendo com que a gente redobrasse os cuidados e principalmente, mantivesse o distanciamento social. A oportunidade da vacina representa a esperança que pessoas do mundo inteiro aguardam”, disse.


Valter Santos destacou que a vacinação é a chance para que as pessoas retomem a normalidade. “Fomos informados pela Secretaria de Saúde na segunda-feira (8) sobre a vacinação. Ficamos tão ansiosos que nem dormimos direito. Agora, é aguardar pela segunda dose e continuar com as medidas de prevenção à doença”.


Segundo informações da Secretaria de Saúde, o município tem cadastrado no SAD 186 famílias, com idosos a partir dos 60 anos e acamados. A perspectiva é ministrar a primeira dose do imunobiológico em todos eles, no máximo, até meados de março. A dose complementar será dada entre o 21º e o 28º, após a aplicação da primeira dose.


VACINAÇÃO EM IDOSOS ACAMADOS NÃO CADASTRADO NO SAD


A Secretaria de Saúde disponibilizou o telefone (24) 99842-5935 para atender aos idosos acamados, também com idade acima de 60 anos, não cadastrados no SAD. Os familiares e/ou responsáveis devem fazer o agendamento no horário de 8 às 17 horas.


Os pedidos de vacinação serão analisados, de forma presencial, pelos agentes do Serviço de Atenção Domiciliar. Estando de acordo com as normas estabelecidas pelo Ministério da Saúde, a dose será aplicada no paciente.


Barra Mansa recebeu até o momento três lotes da vacina contra a Covid-19, somando um total de 6.367 doses. No dia 19 de janeiro, a Secretaria Estadual de Saúde enviou ao município 2.255 da Coronovac. A segunda remessa, com 1.860 doses da vacina de Oxford/AstraZeca chegou no dia 25. Todas as doses foram destinadas à primeira fase da imunização de profissionais específicos da saúde.


O segundo lote da Coronovac, contendo 2.255 doses, foi enviado no dia 03 de fevereiro e atenderá a dose complementar, ou seja, a segunda fase da imunização dos primeiros vacinados.


VACINADOS - A Secretaria de Saúde vacinou até a noite desta segunda-feira, (08), 2.867 pessoas. Os grupos definidos para receber a vacina na 1ª fase foram os profissionais da linha de frente de combate à doença que trabalham na Santa Casa, Hospital da Mulher, Hospital Santa Maria, Centro de Triagem e Tratamento da Covid-19 na Região Leste, UPA Centro, Samu, agentes do atendimento hospitalar e da Atenção Básica de Saúde, coveiros, profissionais de resgate do Corpo de Bombeiros, médicos, enfermeiros, biólogos, biomédicos, farmacêuticos de área hospitalar, odontólogos, fonoaudiólogos, nutricionistas, fisioterapeutas, psicólogos, assistentes sociais, veterinários e assistentes de veterinária, com idade a partir dos 60 anos.


O processo de vacinação contemplou também os trabalhadores dos laboratórios de diagnóstico do novo coronavírus, profissionais que atuam em hospitais da rede pública e privada do município nas funções de auxiliar de serviços gerais, copeiros, cozinheiros, lavanderia e manutenção hospitalar, recepcionistas, agentes comunitários de saúde e agentes de endemias.


Ainda de acordo com a Secretaria de Saúde foram ministradas um total de 3.022 doses da vacina em função da segunda dose, que começou a ser aplicada nesta segunda-feira (08), no Centro de Especialidades Médicas.

0 comentário