Buscar
  • Revista Siga

Barreira sanitária aborda mais de 570 mil veículos em Volta Redonda


Em um pouco mais de três meses de operação, o cinturão de segurança já promoveu mais de 570 mil abordagens a veículos que entram em Volta Redonda. De acordo com os dados da Guarda Municipal, já foram realizadas 3.200 autuações sendo que, desse total, 60% são relativos a falta do uso do cinto de segurança, 20% são de motoristas falando ao celular, 10% pela falta da Carteira Nacional de Habilitação e os outros 10% por outras infrações.


Junto a uma série de medidas de proteção para ampliar o combate a Covid-19, a barreira sanitária tem com objetivo impedir a entrada de veículos de outros municípios e estados, evitando a migração do vírus. Motoristas que comprovarem residência em Volta Redonda podem acessar a cidade normalmente.


A barreira sanitária tem surtido efeitos que vão além da luta contra a Covid-19. Na última sexta-feira, dia 26, dois adolescentes que haviam fugido do Departamento Geral de Ações Socioducativas (Degase), foram apreendidos na barreira, na entrada do bairro Vila Elmira. Os adolescentes foram encaminhados ao Degase. A ação já serviu também para apreender 48 animais, sendo 43 aves e quatro cabritos, que eram transportados em condições irregulares pela Rodovia do Contorno, na altura no bairro Vila Rica/Tiradentes.


O prefeito Samuca Silva destaca que um dos objetivos da medida é também garantir a capacidade de atendimento na rede municipal de saúde. “Queremos proteger a população de Volta Redonda. Essa é mais uma estratégia adotada pelo governo municipal como medida de prevenção da Covid-19. Por isso, peço mais uma vez que as pessoas só saiam de casa se for realmente necessário. Se sair, se proteja, use máscara e higienize as mãos”, orientou o prefeito.


BLOQUEIOS – As equipes estão localizadas em pontos estratégicos nos bairros Santa Inês, Jardim Amália, São Luiz, Vila Elmira, Jardim Belmonte, Santa Rita Zarur, Santo Agostinho, além da Rodovia dos Metalúrgicos.


O controle é feito também com barreiras físicas (com manilhas) em alguns acessos. Um dos bloqueios implementados pela prefeitura está na BR-393, para quem vem do Santo Agostinho e deseja acessar a Radial Leste. Também há outro ponto com fechamento de via no retorno, para quem segue no sentido oposto (Jardim Amália - Santo Agostinho).


No bairro Água Limpa, há fechamento no acesso ao Túnel 20 e à Rua Rio Araguaia, para quem vem de Pinheiral e da Rodovia do Contorno. Outro ponto de bloqueio é no acesso à Avenida Francisco Crisóstomos Tôrres, no bairro São Luís, pela rua lateral ao posto BR-393.


No Santo Agostinho, são dois pontos de bloqueio para quem vem pela BR-393, no sentido Barra do Piraí-Volta Redonda. Ficam no primeiro acesso à Rua Arlindo Soares (próximo à Rodovia do Contorno), e no último acesso à mesma via, pela Estrada Lateral.

© 2014-2020 Todos os direitos reservados

Contato​:

Pauta: jornalismosiga@gmail.com

Comercial: sigamidia@gmail.com

  • Facebook ícone social
  • Instagram