Buscar
  • Revista Siga

Centro de Educação Infantil Zilda Arns em Volta Redonda será ampliado

Com a reforma, a unidade no bairro Conforto passará a atender 420 crianças; mais dois CMEI e duas escolas estão em obras no município


A Prefeitura de Volta Redonda está reformando cinco unidades da Rede Municipal de Ensino para receber os alunos e profissionais da Educação após a pandemia da Covid-19. Um dos beneficiados é o Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Zilda Arns, que fica na Avenida Nossa Senhora da Conceição, nº 201, bairro Conforto. Com a reforma e ampliação, a unidade que atende alunos do primeiro e segundo períodos, com idades entre quatro e cinco anos, vai contar com mais 127 vagas, passando de 293 para 420.

A unidade está dividida em três blocos e todos vão passar por reforma com rampas de acesso e projeto de prevenção contra incêndio e pânico. A previsão para o término da obra é o início do próximo mês de julho.

O Bloco 1 vai receber adaptações de acessibilidade para Pessoas com Deficiência (PCDs); e no Bloco 2 será construído mais um andar. No pavimento térreo haverá quatro salas de aula, sala de informática, dois banheiros com acessibilidade, depósito de material de limpeza e área de serviço. No primeiro pavimento vão ficar três salas de aula, sala multimeios, depósito pedagógico, dois banheiros com acessibilidade para alunos, dois banheiros com acessibilidade para professores, depósito de material de limpeza e área de serviço. O Bloco 3 vai ter refeitório, cozinha, despensa, paneleiro, escovódromo, dois banheiros com acessibilidade para alunos e dois para funcionários.

A reforma dos três CMEI, que já estão em andamento, vai aumentar o número de vagas para educação infantil no município. Além do Zilda Arns, no Conforto, que cresceu em 127 o número de alunos. O CMEI Vera Lúcia Silveira Braga, antigo Branca de Neve, no Volta Grande, que antes da pandemia atendia 180 alunos de 1º e 2º períodos, na faixa etária de 4 e 5 anos, passará a receber 320 alunos entre 1 a 5 anos. E ainda está em obra o CMEI Madre Tereza de Calcutá, no Santo Agostinho, que recebe reforço estrutural.

De acordo com secretária municipal de Educação, Terezinha Gonçalves, a Tetê, a segurança e a funcionalidade das unidades são prioridade nos projetos. “O objetivo é receber os estudantes e os profissionais da Educação em ambiente confortável e acolhedor, assim que a pandemia da Covid-19 permitir”, disse, lembrando que a Escola Municipal Profª Marizinha Félix, no bairro Três Poços, passa por reforma e implantação de projeto contra incêndio e pânico; e a Escola Municipal Amazonas, no Retiro, também passa por obra de ampliação.

0 comentário

© 2014-2020 Todos os direitos reservados

Contato​:

Pauta: jornalismosiga@gmail.com

Comercial: sigamidia@gmail.com

  • Facebook ícone social
  • Instagram