Buscar
  • Revista Siga

Obras de adequação e reforma da Casa Azul são vistoriadas pelo prefeito Rodrigo Drable

Unidade deve atender pelo menos 70 alunos com Transtorno do Espectro Autista


Cumprindo mais um compromisso da sua agenda de serviços desta terça-feira, 12, o prefeito de Barra Mansa Rodrigo Drable, acompanhado da vice-prefeita Fáima Lima, do secretário de Educação, Marcus Vinícius Barros, e do presidente da Câmara Municipal, vereador Luiz Furlani, vistoriou as obras de adequação e reforma geral da Casa Azul, na Colônia Santo Antônio. A unidade é um equipamento público destinado ao atendimento de alunos portadores do Transtorno do Espectro Autista (TEA).

Durante a visitação, o chefe do Executivo ressaltou que a Casa Azul é um compromisso antigo do município com os alunos portadores do TEA e seus familiares e que está sendo consolidado pelo governo municipal. “É uma iniciativa que permite melhorar o atendimento educacional ofertado pela rede municipal de ensino”.

Professora da rede pública de ensino, Fátima Lima, disse da importância do atendimento multidisciplinar para os alunos com autismo. “O acompanhamento aborda as condições que o transtorno causa na criança e no adolescente. Sendo assim, a equipe de profissionais pode ajudar o aluno a melhorar a interação social, amenizar os diversos sintomas e garantir, a cada dia, maior desenvolvimento das suas funções”.

Feliz com as melhorias na estrutura da Casa Azul, o vereador Luiz Furlani acrescentou: “É mais um avanço para as nossas crianças e jovens. Juntamente com a vereadora Luciana Alves, que é uma batalhadora pela causa, vou acompanhar a evolução dos serviços, assim como os atendimentos. Nossa intenção é somar força aos trabalhos que serão desenvolvidos”, disse Furlani.

A Casa Azul está sendo estruturada em um anexo ao Colégio Santo Antônio e a expectativa, segundo o secretário de Educação, Marcus Vinícius, é atender cerca de 70 alunos do município com autismo. “Nossa meta é transformar a unidade em um Centro de Referência de Atendimento Educacional Especializado para alunos com Transtorno do Espectro Autista. Para isto, serão ofertadas oficinas pedagógicas que contribuirão no processo de desenvolvimento, letramento e alfabetização dos nossos alunos. Dessa maneira possibilitaremos autonomia, inclusão social e melhoria na qualidade de vida dos alunos. O atendimento clínico continuará sendo efetuado no Capsi”.

A reforma e adequação da Casa Azul estão previstas para serem concluídas ainda neste semestre. Porém, o atendimento presencial só será iniciado quando houver segurança sanitária para evitar a disseminação da Covid-19.




0 comentário