Buscar
  • Revista Siga

Resende começa a vacinar pessoas de 48 a 55 anos de idade com comorbidades e deficiências permanente

Todos os postos de saúde e policlínicas estarão disponíveis para a aplicação da primeira dose da vacina contra a Covid-19 neste novo grupo, entre 8h e meio-dia



A Prefeitura de Resende, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, segue com o Plano Municipal de Vacinação contra o novo coronavírus (Covid-19). Desta vez, o governo municipal esquematizou o calendário para contemplar um novo grupo prioritário contra a Covid-19: pessoas de 48 a 55 anos de idade com comorbidades e deficiências permanentes. A imunização deste grupo teve início nesta segunda-feira, dia 10 de maio. No dia 11, terça, é a vez das pessoas com idade de 51 a 48 anos deste público-alvo. Todos os postos de saúde e policlínicas do município estarão disponíveis para a aplicação da primeira dose da vacina contra a Covid-19 neste novo grupo, entre 8h e meio-dia.

O cronograma foi elaborado para atender esta população-alvo em ordem decrescente da faixa etária. No último dia 3, foram vacinadas somente mulheres portadoras de comorbidades com 59 anos. Já no dia 4 de maio, foi a vez dos homens com comorbidades também de 59 anos.


Entre esta quarta-feira, dia 12, e sexta-feira, dia 14, serão vacinados todos os grupos prioritários já contemplados no Plano Municipal de Vacinação, conforme os critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde.


O prefeito de Resende, Diogo Balieiro Diniz, destacou a importância do processo de imunização no enfrentamento ao novo coronavírus, lembrando que a população deve estar atenta aos requisitos para ser contemplada nesta etapa. “Estamos avançando cada vez mais no combate à doença, que tanto já castigou o mundo, respeitando as diretrizes definidas pelo governo federal. De acordo com a chegada das novas doses da vacina, que são distribuídas pelo Ministério da Saúde, o calendário é estendido, atingindo novos grupos prioritários. É extremamente importante relembrar que todos os protocolos de segurança sanitária devem ser mantidos mesmo após a vacinação, tais como: uso da máscara e higienização adequada das mãos com álcool 70% e água e sabão. A luta é de todos contra este vírus com alta taxa de mortalidade no País”, reforça.


Vale lembrar a documentação necessária para a vacinação nesta nova fase: comprovante de residência; identidade; e documento que ateste a comorbidade ou deficiência. Entre os documentos de comprovação da comorbidade estão: receita médica; laudo; e declaração do médico, entre outros. Para ser vacinado nesta etapa, basta comparecer ao posto de saúde ou policlínica. A lista completa das comorbidades determinadas para a vacina contra a Covid-19, conforme orientação do Ministério da Saúde, está disponível no site institucional da Prefeitura, por meio do link: https://www.resende.rj.gov.br/comorbidades-coronavirus.



EM ANDAMENTO

Em paralelo, desde o dia 5 de maio, outro grupo prioritário vem sendo contemplado. Gestantes, puérperas, pessoas com Transtorno do Espectro Autista e pessoas com Síndrome de Down podem receber a primeira dose da vacina contra a Covid-19 em qualquer posto de saúde ou policlínica.A vacinação contra a Covid-19 para este grupo é destinada para maiores de 18 anos. Este público pode procurar os postos de saúde em qualquer dia, sempre no período da manhã.


As gestantes devem apresentar carteira de acompanhamento pré-natal e laudo médico. Já as puérperas, dentro da classificação de 45 dias pós-parto, devem levar declaração ou certidão de nascimento da criança. No caso de pessoas com Transtorno do Espectro Autista e pessoas com Síndrome de Down, é necessário que o responsável apresente laudo médico.

0 comentário