Buscar
  • Revista Siga

Saae melhora atendimento a demandas da população em Volta Redonda

Balanço mostra mudança de metodologia e queda no número de pedidos de manutenção



Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Volta Redonda (Saae-VR) reduziu em pouco mais de dois meses, o número de ordens de serviço abertas com demandas da população. O diretor-presidente da autarquia, Paulo Cesar de Souza, o PC, fez um balanço das ações realizadas desde o início do novo governo, destacando o trabalho para reduzir a quantidade de solicitações de manutenção de água e de esgoto.


“Começamos o ano com um acúmulo muito grande de solicitações e ordens de serviços relacionados à água, esgoto e obras civis. Grande parte das demandas estava aberta há mais de 240 dias. Em alguns casos, esse tempo chegava há um ano. Nosso objetivo é zerar e ter um tempo de resposta mais rápido possível para o cidadão, o que já podemos observar nos números recentes”, afirmou PC.

No período entre o início de janeiro e o último dia 8 de março, o Saae-VR registrou uma queda de 89% no número de ordens de serviço em aberto relacionadas à falta d’água. Eram 389 solicitações e caiu para 39.

“Os números mostram o trabalho que está sendo feito pela equipe de manutenção e a gente está com uma metodologia diferente em relação à água. Estamos vendo os trabalhos pequenos que causam grandes transtornos. Quando é aberta uma ordem, estamos indo no local imediatamente para constatar. Se for serviço que demande pouco recurso, resolvemos na hora”, explicou o diretor-presidente do Saae-VR. Em relação à manutenção de esgoto, quantidade de pedidos era de 802. Esse número vem caindo e até o dia 8 de março, era de 438 – uma queda de 45%. Demandas relacionadas à manutenção de água apontavam 181 ordens de serviço em aberto em janeiro. Esse número reduziu 23% até o último dia 8, quando foram identificados 138 registros.

“Recentemente atingimos a marca de 17 bilhões de litros de esgoto tratados pela ETE (Estação de Tratamento de Esgoto) Gil Portugal, que beneficia 21 bairros do município, atendendo, aproximadamente, 75 mil pessoas. Hoje Volta Redonda trata mais de 40% do esgoto domiciliar e vamos continuar trabalhando para aumentar o alcance desse tratamento e melhorar a qualidade de vida da nossa população”, afirmou o prefeito Antonio Francisco Neto.

0 comentário