Buscar
  • Revista Siga

Volta Redonda adere ao consórcio de municípios pela compra de vacinas contra a Covid-19


A Prefeitura de Volta Redonda aderiu ao Consórcio Público Municipal para aquisição de vacinas contra a Covid-19. O prefeito Antonio Francisco Neto enviou na tarde desta terça-feira, dia 02, o documento de "manifestação preliminar de interesse" no consórcio, que pode permitir que estados e municípios comprem vacinas com recursos da União ou próprio, em caso de descumprimento do Plano Nacional de Imunização (PNI) ou de insuficiência de doses previstas.


O movimento, liderado pela Frente Nacional de Prefeitos (FNP), foi aprovado pelo Senado Federal e tem previsão de ser legalmente constituído até o dia 22 de março. O consórcio também está apto a adquirir insumos e equipamentos que sejam necessários para o enfrentamento da pandemia da Covid-19.

O prefeito Antonio Francisco Neto disse que o objetivo da participação no consórcio é oferecer maior agilidade no processo de imunização da população de Volta Redonda. “Temos todo o interesse em imunizar toda a nossa população o mais rápido possível e não vamos medir esforços para que isso aconteça”, destacou o prefeito. A Prefeitura de Volta Redonda encaminhou a adesão do consórcio para apreciação da Câmara Municipal.

0 comentário