Buscar
  • Revista Siga

Volta Redonda assina protocolo com Instituto Butantan para compra de 70 mil vacinas


A Prefeitura de Volta Redonda assinou nesta terça-feira, dia 15, o Memorando de Entendimento com o Instituto Butantan para a aquisição de quase 70 mil vacinas. O documento é uma carta de intenção que dá prioridade de compra das vacinas por parte do município, caso o imunizante seja aprovado pela Anvisa.


Segundo o prefeito Samuca Silva, Volta Redonda estava negociando com o Instituto Butantã durante três dias antes da assinatura do Memorando de Entendimento. “Isso dá prioridade na compra para a nossa cidade. Ou seja, assim que for aprovado pela Anvisa, sairemos na frente na compra dessas vacinas. Mas destaco, somente se for aprovada pela Anvisa”, disse o prefeito.


Nesse plano municipal de vacinação, serão vacinados os idosos acima de 60 anos, profissionais da saúde da rede pública e privada e gestantes. “Lembramos que isso é até o plano nacional de vacinação, a ser elaborado pelo Governo Federal. O que estamos é antecipando um plano de vacinação. A próxima gestão do município poderá decidir se compra ou não a vacina. Entretanto, se decidir comprar, terá prioridade na aquisição, assim como outras cidades do estado”, comentou.


Samuca lembrou que Volta Redonda chegou ser a cidade, no início da pandemia, com maior número de casos para cada 100 mil habitantes. “Com medidas rígidas e corretas, conseguimos controlar o vírus e fazer com que a média de óbitos ficasse em 2,94%, menor que a média nacional e estadual”, disse o prefeito.


O protocolo de tratamento precoce para casos iniciais da Covid-19 também estão surtindo efeitos na cidade. Mais de 500 pessoas iniciaram o tratamento com Nitazoxinada nos três primeiros dias de sintomas e não tiveram agravamento do quadro clínico.


“Tivemos que adotar novas medidas de restrição devido ao aumento de casos. Seguimos pedindo para as pessoas manterem as medidas e usem máscara, lavem as mãos e evitem aglomerações. Todos nós somos responsáveis nessa batalha contra a Covid-19. O objetivo é salvar vidas”, disse o prefeito.


0 comentário