Buscar
  • Revista Siga

Volta Redonda libera retorno de academias com atendimento individualizado

Medida de flexibilização contém regras rígidas de proteção ao coronavírus


A prefeitura de Volta Redonda publicou nesta quinta-feira, dia 18, o Decreto Municipal 16.211/2020. Com isso, estão liberados atividades em academias, espaços de pilates, e similares, com atendimento individualizado e medidas de prevenção a Covid-19, o Novo Coronavírus. A liberação passa a valer a partir desta sexta-feira, dia 19, e os estabelecimentos podem funcionar de 6 horas às 22 horas.


Nas academias, deverão ficar disponibilização antissépticos à base de álcool 70º para livre utilização em vários pontos do estabelecimento; cada aluno terá que levar sua toalha para utilização individual; ficam suspensos os leitores biométricos para acesso dos alunos; fica proibido o ingresso nos estabelecimentos de pessoas enquadradas nos grupos de risco, maiores de 60 anos e menores de 10 anos; os estabelecimentos deverão disponibilizar obrigatoriamente máscaras para uso dos funcionários, inclusive dos profissionais de educação física, bem como realizar limpeza e higienização intermitente das máquinas e dos ambientes após o uso. Ainda fica proibida a utilização de bebedouros coletivos nas academias.


Os estabelecimentos deverão aferir a temperatura dos alunos ao chegarem nos locais, utilizando medidores de temperatura infra vermelho, proibindo o acesso de pessoas com temperatura acima de 37.5 graus; qualquer aparelho de climatização deverá permanecer desligado, devendo o estabelecimento manter as janelas abertas, privilegiando a ventilação natural.


Segundo o prefeito Samuca, o retorno das atividades só está sendo possível a partir do diálogo com os profissionais de educação física, prefeitura e Ministério Público. “Além disso, estamos com eixos claros de monitoramento condicionando as aberturas das atividades ao aumento de casos suspeitos e a capacidade de atendimento a população. Entendemos que a atividade física é de suma importância e por isso estamos conseguindo agora essa fleixibização, mas com regras claras”, disse o prefeito.


A reabertura das academias ainda estão vinculadas aos seis eixos de monitoramento: o número de casos suspeitos não aumentar mais que 5% por três dias seguidos; A ocupação de leitos no CTI não ultrapassar 50%. A ocupação de leitos no Hospital de Campanha não ultrapassar 60%. O grupo de risco permanecer em isolamento social; Uso de máscara obrigatório nas ruas; Além de manter a proibição de qualquer tipo de aglomeração.

1/2

© 2014-2020 Todos os direitos reservados

Contato​:

Pauta: jornalismosiga@gmail.com

Comercial: sigamidia@gmail.com

  • Facebook ícone social
  • Instagram