Buscar
  • Revista Siga

Volta Redonda tem saldo positivo na geração de empregos, aponta Caged


Volta Redonda segue mostrando eficiência na geração de empregos. Mesmo no cenário atual da pandemia da Covid-19 (Novo Coronavírus), o município registrou saldo positivo de 531 empregos em setembro, segundo os dados divulgados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério da Economia.


São mais de 500 famílias que passaram a contar com uma nova fonte de renda, colocando a cidade na liderança na recuperação de empregos na região.


O município se aproxima da flexibilização geral da economia, que foi possível graças as medidas tomadas, em acordo com o Ministério Público, para o controle da Covid-19, que permitiu que a cidade reabrisse os setores de comércio e serviços de forma segura, tendo havido apenas duas interrupções, uma por uma semana e outra por duas, desde o início da flexibilização, no dia 4 de maio.


A capacidade de Volta Redonda na geração de empregos foi retomada nos últimos anos, graças a diversas ações da prefeitura municipal, como a desburocratização de processos e serviços e o incentivo ao empreendedorismo.


Ações recentes como a criação do novo espaço do Banco VR de Fomento, agora localizado na Rodoviária Municipal, com o objetivo de melhorar o atendimento aos microempreendedores individuais e plataforma gratuita Compras VR, que é oferecida pela prefeitura para os empresários, visando criar um canal de compras virtuais em Volta Redonda, também contribuíram na melhoria desse cenário da geração de emprego.


Além disso, no início do mês, também foi inaugurada a Casa do Empreendedor, que reúne os serviços das secretarias municipais de Fazenda, Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico e Turismo, além da Vigilância Sanitária e Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano (IPPU); e passa a abrigar a delegacia da Jucerja (Junta Comercial do Estado do Rio de Janeiro) que, com a concentração do atendimento, facilita o acesso ao Regin (Registro Mercantil Integrado), agilizando e desburocratizando ainda mais a implantação e liberação de processos de novas empresas no município.


“Trabalhamos sempre em busca de auxiliar os empresários da cidade e fomentar a vinda de novas empresas. Neste cenário pós pandemia temos que buscar sempre a desburocratização e atendimento célere aos empresários. Hoje contamos com a casa do empreendedor que é um espaço onde estas empresas terão todo o atendimento e suporte necessário para sua instalação e investimentos na cidade. Como consequência dessas ações os números de empregos vem aumentando e a população é a maior beneficiada”, afirmou o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Rogério Loureiro.


© 2014-2020 Todos os direitos reservados

Contato​:

Pauta: jornalismosiga@gmail.com

Comercial: sigamidia@gmail.com

  • Facebook ícone social
  • Instagram