Buscar
  • Revista Siga

Volta Redonda: Vereadores tomam posse e definem mesa diretora para os próximos 4 anos

por José Roberto Paiva


Os 21 vereadores de Volta Redonda, tomaram posse na manhã do primeiro dia ano, para legislar durante os próximos 4 anos. Algumas peculiaridades foram observadas, como o número reduzido de convidados, e a presidência da sessão novamente conduzida por Walmir Vítor, o parlamentar mais velho, que retorna à casa depois de uma lacuna de 4 anos.


Como já de costume, neste primeiro dia já foram votadas a direção da Câmara até o fim do mandato. Para este ano de 2021, Neném se manterá na presidência da Casa, com Edson Quinto como primeiro vice, Paulo Conrado como segundo vice, Francisco Novaes como primeiro secretário, e Sidney Dinho como segundo.


Em 2022, o presidente será Sidney Dinho, seguido por Luciano Mineirinho, como o primeiro vice, e Fábio Buchecha, como segundo vice-presidente. Como secretários ficam Jari e Washington Uchoa, primeiro e segundo secretários respectivamente.


Em 2023 será a vez de Paulo Conrado comandar o legislativo. O primeiro vice-presidente será Rodrigo Furtado, seguido por Vair Duré. Como secretário, serão Francisco Novaes e o novato Betinho Albertassi.


No último ano, a presidência ficará a cargo de Edson Quinto, com Conrado e Betinho Albertassi como primeiro e segundo vices. Para a primeira e segunda secretaria, Pastor Washington e Neném.

Importante ressaltar, que todos os vereadores votaram positivamente na eleição das chapas que elegeram as mesas diretoras, com exceção de Jorginho Fuede, que fez questão de registrar em ata o seu “não” para os eleitos. “Nada contra os que farão a mesa diretora, mas não concordo com a maneira que foram formadas as chapas”, afirma Fuede.



0 comentário