Buscar
  • Revista Siga

VR: Ocupação de leitos de UTI extrapola meta e atividades econômicas fecham por mais 7 dias

Medida de prevenção visa diminuir circulação do vírus e garantir atendimento a população


Volta Redonda chegou neste sábado, dia 4, a 62,92% de ocupação de leitos de UTI/CTI reservados para tratamento de pessoas com a Covid-19, o Novo Coronavírus. Com isso, extrapolando a meta do acordo judicial que permitiu a reabertura das atividades econômicas, os serviços não essenciais fecham por mais sete dias a contar a partir deste domingo, dia 05. A medida de prevenção visa diminuir a circulação do vírus na cidade e garantir capacidade de atendimento a população.


A notícia foi dada pelo prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, em transmissão ao vivo pelas redes sociais neste sábado, dia 4. “A semana que passou, onde fechamos as atividades, foi fundamental para manter o controle do vírus. Não perdemos o controle do vírus, mas precisamos garantir atendimento ao nosso povo. Infelizmente tivemos um aumento de casos graves e de ocupação nos leitos de UTI e CTI. Precisamos garantir a capacidade de atendimento à população e, por isso, fecharemos por mais uma semana, conforme acordo com o MP homologado pela Justiça”, disse Samuca.


O prefeito destacou ainda que o Hospital Regional segue sem receber novos pacientes de Covid-19, o que sobrecarregou a rede municipal. ‘’Alertamos isso à população. E precisamos da ajuda de todos nesse combate a Covid-19. Tivemos a notícia de que o Hospital Regional voltaria a receber pacientes, mas isso não aconteceu. Volta Redonda já deu um exemplo positivo quando éramos o município que mais tinha casos no Estado do Rio e conseguimos diminuir a curva. Precisamos de todos juntos nesse combate ao coronavírus’’, comentou.


Samuca também atualizou os dados sobre o coronavírus na cidade. Volta Redonda tem agora 7.755 casos notificados como suspeitos, sendo que 1.863 casos confirmados. 2.719 exames deram negativo e já podem ser consideradas curadas 1.418 pessoas. O número de óbitos na cidade aumentou, chegando a 76.


Os eixos de monitoramento são: o número de casos suspeitos não aumentar mais que 5% por três dias seguidos (3,49% neste sábado); A ocupação de leitos no CTI não ultrapassar 50% (62,92%); A ocupação de leitos no Hospital de Campanha não ultrapassar 60% (15,7%); O grupo de risco permanecer em isolamento social; Uso de máscara obrigatório nas ruas; Além de manter a proibição de qualquer tipo de aglomeração.


O prefeito Samuca Silva anunciou que assinará um decreto neste sábado destinando que todos os leitos destinados para a Covid-19 serão de uso exclusivo de pessoas de Volta Redonda. “Precisamos fazer isso diante dessa pandemia. Uma decisão que visa preservar a capacidade de leitos a população de nossa cidade. Fechamos nossa cidade, as atividades econômicas não estão funcionando e não podemos punir nossa população com ocupação de leitos por pessoas de municípios que estão com comércio aberto”, comentou.


© 2014-2020 Todos os direitos reservados

Contato​:

Pauta: jornalismosiga@gmail.com

Comercial: sigamidia@gmail.com

  • Facebook ícone social
  • Instagram
15x2 (2)